Home » Tempestades e tornados

Tempestades e tornados

Tornado Alley, USA

Inscrições abertas
14 Jun/2025 - 21 Jun/2025

SOBRE A EXPEDIÇÃO

Composto por incontáveis pequenas cidades que se unem para formar o que muitos chamam de “O coração da América”, o centro-oeste dos Estados Unidos é parte uma questão geográfica e parte um estado de espírito.

A tentativa de registrar a mística dessas vastas planícies – responsáveis por produzir grande porção da colheita e ser lar dos mais modestos e amigáveis residentes do país – deu origem à clássicos da literatura como “O Mágico de Oz”, e também do cinema, como “Fargo”. Capturar e expressar a essência do “Midwest” americano, definitivamente, produz obras-primas.

Tudo isso já seria justificativa para uma expedição fotográfica à região, não fosse ela, também, o palco que a natureza escolheu para uma de suas mais impressionantes performances: as cinematográficas mega tempestades e os tornados que às vezes delas resultam.

Sazonalmente, condições geográficas e meteorológicas se alinham com perfeição e transformam dias ensolarados e horizontes tranquilos em inacreditáveis tormentas. Céus azuis e dias quentes abrem espaço para a formação de nuvens raríssimas, como as “Shelf Clouds”, as Mammatus ou ainda as Supercélulas – mães de gigantescas tempestades e de tornados.

É aqui, no território conhecido como “Corredor dos Tornados”, que a Pixel se junta a “storm chasersprofissionais e te convida a uma expedição em busca da beleza feroz das mega tempestades. Essa é uma ocasião certamente rara para desenvolver e desafiar as suas técnicas – ao lado do premiado fotógrafo Marcello Cavalcanti – em uma alucinante caçada por espetáculos climáticos extremamente dinâmicos e ricos em oportunidades fotográficas.

Junte-se a este seleto grupo para uma expedição de 8 dias que começará e terminará em Denver, no Colorado, com um itinerário todo a ser definido pela meteorologia, cuja única certeza são as rigorosas coordenadas de segurança. O resto será um aglomerado de aprendizado, adrenalina, imagens célebres e muita história pra contar.

ROTEIRO

Legenda: (C) Café da manhã; (A) Almoço; (J) Jantar

DIA 1 | DENVER - CHEGADA

Chegada ao aeroporto de Denver, a capital do Colorado. Sempre ensolarada, a cidade de 600 mil habitantes é ponto de partida para viagens em meio às suas belas montanhas rochosas. O centro urbano tem dezenas de parques, mais de mil quilômetros de ciclovias e muitas cervejarias, que produzem cerca de 200 rótulos. Pernoite.

DIAS 2 A 7 | EM ROTA – LOCAIS DEFINIDOS CONFORME PREVISÃO METEOROLÓGICA

Nosso segundo dia começa com um encontro com a equipe local, especializada na caça às tempestades e tornados, para um briefing mais técnico sobre a expedição. Apesar de nunca sabermos exatamente como será a aventura, uma vez que nossa agenda se adapta à
meteorologia, esse é o momento em que são feitas as primeiras análises da previsão meteorológica para traçar as rotas iniciais. É a hora, também, de entender como funcionam as tempestades nessa época do ano no Corredor dos Tornados, assim como para receber orientações de segurança. Abertos ao acaso, devemos estar prontos para partir a qualquer momento, e com uma única certeza: de que estamos prestes a vivenciar uma experiência intensa, incrivelmente bela e única em nossas vidas. O mistério de saber o que faremos nesses dias é o que torna essa expedição especialmente emocionante: trata-se de uma autêntica experiência de aqui-e-agora. Nosso raio de ação pode variar dos arredores de Denver aos confins de qualquer um dos oito estados norteamericanos onde o Corredor dos Tornados acontece.

Pelas manhãs, nossa rotina diária após o café é seguir para uma reunião de análise das condições climáticas junto com nossa equipe de base, formada por meteorologistas que se transformaram em fotógrafos apaixonados e caçadores obstinados de tempestades. O convívio com eles acaba fazendo de cada viajante um aprendiz de intérprete das imagens de radar, de satélite e da meteorologia. O grupo estuda as camadas da atmosfera, a direção e a velocidade dos ventos, analisa como a temperatura e o relevo influenciam na geração dos fenômenos.

O ceú azul sem nuvens, logo cedo, e o calor intenso, que chega a 40 graus centígrados no verão, são bons sinais para a formação das tempestades. A região se tornou a Disneylândia dos caçadores de tornados justamente por seus contrastes de temperaturas. A abundância de vendavais é explicada pelo fato de que aqui ocorre o encontro de massas de ar frio vindas do Canadá com o ar quente e úmido proveniente do Golfo do México. Isso produz grande instabilidade e transforma os céus em uma fotogênica maternidade de tempestades monumentais. Nosso objetivo é seguir as “mães” mais bonitas dessas tempestades: as espetaculares supercélulas, que, além de proporcionar fotos sensacionais, podem gerar os tão esperados tornados.

Nos períodos de calmaria, nosso percurso é recheado de paradas distantes dos centros urbanos para retratar a realidade do interior do Meio-Oeste. Geralmente, no começo da tarde, as áreas de instabilidade começam a pipocar no radar do carro. Os dados são atualizados em curto prazo e costumam ser muito precisos: quando sobrepostos ao mapa rodoviário, temos a direção ideal para encontrar as tempestades.

Ao mesmo tempo, fazemos a observação in loco do ceú e dos fenômenos que se aproximam ao longe. Cabe aos experientes meteorologistas decidir qual das tempestades tem maior potencial para formar o que estamos perseguindo.

A partir daí, começa a caçada propriamente dita. Podemos dirigir 10, 50, 100 quilômetros ou mais, sempre buscando nos deparar de frente com a supercélula: sua parte frontal brilha como um disco de nuvens disparando relâmpagos sem parar.

A segurança do grupo é sempre nossa prioridade máxima. Portanto, cabe ao staff local determinar de qual distância poderemos observar os fenômenos naturais, onde é seguro descer do carro, bem como a hora correta de abandonar o local.

Em questão de minutos, o formato da supercélula muda totalmente, dando origem a desenhos estranhos como as mammatus clouds, uma série de bolhas extraordinárias. Para a fotografia, é algo riquíssimo. Exercitamos também fotos em movimento, time-lapses, panorâmicas… Ao final do dia, o pôr do sol avermelhado, misturado às tempestades e aos relâmpagos, forma verdadeiras pinturas no ceú .

Por conta dessa emocionante dinâmica, os locais de pernoite dos dias 2 a 6 serão sempre definidos após o término das caçadas, levando em consideração o lugar onde estamos e a oferta de hospedagem disponível em uma determinada imediação. Poderão ser pequenos hotéis ou pousadas em cidades, ou ainda as icônicas hospedagens de beira de estrada. A experiência de nossos parceiros locais nos ajudará a encontrar preciosidades confortáveis – muitas vezes incorporando o clima caipira da região – sempre de modo que descansemos bem para a
nova caçada imprevisível do dia seguinte.

Já a pernoite do dia 7 será novamente em Denver, para onde retornaremos após nossa última caçada. Nesta noite podemos nos reunir para uma despedida, que normalmente é o momento de relembrar os dias de aventura e compartilhar com o grupo as imagens mais espetaculares que cada um produziu durante a semana de caçadas aos maiores fenômenos do Corredor dos Tornados. Pernoite em Denver.

DIA 8 | DENVER – EMBARQUE (C)

De acordo com o horário do voo, traslado (não incluído) ao aeroporto para embarque ao Brasil.

Fim dos serviços.

GALERIA

Fotos: Roger Hill/Divulgação.

HOSPEDAGEM

A expedição conta com 7 noites de hospedagem, incluindo a noite de chegada à Denver. Como estaremos na rota de caça às tempestades durante grande parte da viagem, não é possível prever os hotéis ou motéis (como são chamadas as tradicionais hospedagem de beira de estrada nos Estados Unidos) desde já. No entanto, para sua referência, as redes utilizadas com mais frequência nos últimos anos foram: Comfort Inns and Suites, Best Western, AmericInn, Holiday Inn Express, Quality Inns/Suites, Red Roof Inn, Fairfield Inn, Hampton Inn, Hilton, AmeriSuites, Wingate, Country Inn and Suites, Baymont Inn e Candlewood Suites.

Para a primeira e última noites, nós devemos receber a informação sobre o hotel, incluindo as informações do serviço de shuttle entre aeroporto e hotel, com alguma antecedência.

PREÇO

US$ 4,390 por pessoa em apartamento compartilhado
US$ 4,790 por pessoa em apartamento individual

Para inscrição até a confirmação da saída:

  • Sinal de R$3.000,00 no momento da inscrição (confira as regras em “Outras Informações”)

Formas de pagamento:

  • À vista em depósito com 5% de desconto
  • 20% de entrada* em depósito + saldo em até 5x sem juros no cartão**
  • 25% de entrada* em depósito + saldo em até 7x sem juros no cartão**
  • 30% de entrada* em depósito + saldo em até 9x sem juros no cartão**

* com dedução do valor de sinal
** Visa ou MasterCard

SERVIÇOS

Inclui:

  • 7 noites de hospedagem;
  • Café da manhã em Denver (pode haver em outros locais, a depender do local de hospedagem);
  • Transfers entre aeroporto e hotel operados pelo serviço de shuttle do hotel e sujeitos a alguma restrição de horários;
  • Transporte privativo ao grupo para as caçadas dos dias 2 a 7;
  • Acompanhamento do fotógrafo Marcello Cavalcanti em todas as locações, além de orientações fotográficas conforme objetivos de cada participante;
  • Acompanhamento de guias especializados nas atividades e com grande experiência meteorológica;
  • Todas as permissões necessárias.

Não inclui:

  • Passagens aéreas (consulte-nos);
  • Refeições não mencionadas;
  • Visto americano;
  • Seguro viagem obrigatório (consulte-nos);
  • Early checkin e late checkout;
  • Despesas pessoais e gorjetas.

OUTRAS INFORMAÇÕES

  • Esta viagem é destinada a todos os entusiastas da fotografia, de iniciantes a profissionais, não havendo pré-requisito para inscrição, como nível de conhecimento ou equipamento fotográfico. As orientações do fotógrafo serão feitas de acordo com o objetivo de cada participante;
  • Os preços estão em dólares americanos (US$) e por pessoa. A conversão para o Real levará em consideração o câmbio turismo, segundo a cotação do Valor Econômico, no dia do envio do nosso contrato de viagem;
  • Para inscrição, será requerido o depósito de um sinal no valor de R$3.000,00 por pessoa como garantia para as reservas. O valor será descontado do restante do pagamento na confirmação das reservas e não será devolvido em caso de desistência da viagem por qualquer razão. Caso as reservas não sejam confirmadas, o sinal será reembolsado integralmente;
  • A hospedagem em apto duplo está sujeita a disponibilidade, pois depende que outro participante do mesmo sexo tenha feito a mesma opção. Não havendo com quem dividir o quarto, o participante se hospedará em apto individual pagando o suplemento
    correspondente;
  • Brasileiros necessitam de passaporte com validade mínima de 6 meses a partir da chegada ao destino, além do visto de turismo americano;
  • O descritivo do roteiro é uma ideia das atividades que buscaremos fazer durante a expedição e que podem ser alteradas de acordo com as condições climáticas, recomendações do fotógrafo responsável, guia local ou por motivos de força maior.;
  • Esta é uma expedição focada na fotografia de fenômenos naturais, os quais nós não temos controle e, por esta razão, não podemos garantir a sua visualização. No entanto, contaremos com uma equipe local experiente e com excelente histórico nesta atividade.

GARANTA SUA VAGA

    Posso ser contatado via Whatsapp

    CONFIRA OUTROS DESTINOS

    VER TODAS Seta
    Patagônia #1

    Patagônia #1

    Seta19 Abr/2025 - 26 Abr/2025

    Patagônia #2

    Patagônia #2

    Seta11 Abr/2025 - 18 Abr/2025

    Japão

    Japão

    Seta27 Jan/2025 - 05 Fev/2025

    EU QUERO IR
    Whatsapp